01/09/2017

Setembro Verde: vamos comer melhor?

Destemperados

Neste mês, começam as atividades do Setembro Verde​, um movimento nacional que busca estimular as pessoas a se alimentar de uma forma mais saudável, consumindo frutas e hortaliças em seu dia a dia. Restaurantes, produtores agrícolas, chefs de cozinha e empresas já aderiram ao projeto. 

Por meio de uma rede de restaurantes e profissionais, o movimento Setembro Verde incentiva os brasileiros a manter hábitos para uma vida mais saudável. O mês será dedicado a atividades que fomentam uma alimentação com mais hortaliças e frutas – oficinas, cook shows, cursos e até pratos em restaurantes fazem parte da programação. O projeto nasceu de uma vontade da empresária Diana Werner, da produtora Roberta Silva e da digital influencer Laura Bier de aproximar as pessoas da agricultura e de uma vida equilibrada.
– A valorização dos produtores é fundamental. Precisamos entender que a reconexão com o campo é a conexão com a natureza em si – explica Diana.

As criadoras do movimento Setembro Verde: Diana Werner, Laura Bier e Roberta SilvaCom diferentes eventos na agenda, o projeto já ganhou adeptos como a apresentadora Bela Gil, os chefs Ivan Ralston, do Tuju (SP), André Mifano, do Lilu (SP), Marcelo Schambeck, do Del Barbiere (POA), Carlos Kristensen, do Hashi (POA), e Rafa Costa e Silva, do Lasai (RJ). Mais de 25 restaurantes em todo o Brasil criaram pratos saudáveis que foram incorporados aos cardápios e serão servidos ao longo do mês de setembro. Para as organizadoras, é importante esclarecer que não se trata de um movimento vegetariano ou vegano, a ideia é mostrar como alimentos saudáveis podem brilhar e fazer parte de receitas deliciosas.
– Queremos que todos se sintam parte, não vamos excluir ninguém. As ações não são nossas, fazemos uma curadoria, mas todo mundo pode e deve contribuir com a causa – afirma Laura.
Apesar de ser uma mobilização com origem no Rio Grande do Sul, a proposta é que as ações atinjam todos os brasileiros.

Segundo a empresária Diana Werner, a maioria das pessoas no país não consome nem a metade da quantidade de frutas e hortaliças recomendada por dia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de 400 gramas. No Brasil, apenas uma a cada três pessoas consome esses alimentos em cinco dias da semana.

O chef do Del Barbiere, Marcelo Schambeck, e o chef do Valle Rústico, Rodrigo Bellora participam do movimento Setembro Verde
O mês de setembro foi o escolhido por marcar o início da primavera e por ser uma época de crescente oferta de insumos.
– Um dos motivos que leva as pessoas a não comerem tão bem é que muitas não entendem como fazer isso. O que é uma alimentação orgânica e local? É entender que os alimentos são sazonais. Claro que é possível comer tudo o que tiver vontade, mas os preços serão diferentes no inverno e no verão – exemplifica Diana.
A consciência sobre alimentação sempre foi parte da vida de Diana, à frente da empresa da família, a Isla Sementes.
–Eu incentivo as pessoas a plantar, cuidar, ver crescer, colher e cozinhar uma folha fresca, por exemplo. É uma experiência que muda a relação com o ciclo da vida. Realmente acredito que, mais do que a saúde física, isso pode promover mudanças culturais muito grandiosas.

A exemplo de movimentos como o Outubro Rosa e Novembro Azul, Laura Bier explica que o projeto do Setembro Verde deve seguir nos próximos anos:
– Logo que começamos a divulgar, tivemos uma surpresa bem positiva. Já percebemos que mais pessoas estão mobilizadas nessa causa e querem participar da forma que puderem.
Para Laura, ex-tenista, a alimentação saudável sempre foi um assunto importante. Com o site Roubadinhas, ela busca compartilhar uma vida mais equilibrada, porém sem culpa. Quando questionada sobre até onde o Setembro Verde pode chegar, a resposta veio de prontidão.
– Queremos a Gisele Büdchen de embaixadora, queremos chegar no mundo todo. O céu é o limite – brinca.
Assim que ficou sabendo da mobilização, o chef Marcelo Schambeck, do bistrô Del Barbiere, quis contribuir com as ações.

A utilização de ingredientes frescos e colhidos na melhor época do ano sempre foi prioridade em seu negócio.
– Quando criança, eu frequentava a feira com os meus pais. Este momento familiar acabou criando em mim o hábito de visitar e ter a feira como meu maior fornecedor – explica Marcelo.
Foi essa a inspiração, que levou o chef a criar o Menu da Feira. Aos sábados, Schambeck visita feiras orgânicas e serve pratos criados a partir dos produtos disponíveis e adquiridos no dia. Para ele, é na escolha dos alimentos que está o segredo para uma vida saudável.
– Nossa proposta é oferecer para os clientes ingredientes frescos e sazonais, incentivando uma boa alimentação – comenta o chef.
O menu do dia, servido de terça a sábado, inclui couvert, entrada, prato principal e sobremesa, muda a cada mês. Para participar do Setembro Verde, todas as entradas do bistrô serão repaginadas com a inserção de quatro verduras cada.
– Vamos criar pratos em que os vegetais sejam os protagonistas – conta Marcelo Schambeck.

COMO PARTICIPAR

Use a hashtag #SetembroVerde e compartilhe seus hábitos saudáveis, fotos de pratos, hortas, feiras, e até dos restaurantes favoritos nas redes sociais. Além disso, pela página do movimento no Facebook e Instagram é possível encontrar novidades. Para quem quer se aprofundar no assunto, o site vamoscomermelhor.com.br compartilha informações sobre cultivo de vegetais e receitas, além de notícias sobre outras ações que envolvem uma vida saudável.

Se você é um consumidor
Qualquer pessoa pode ser um agente de transformação. Você pode ajudar o movimento consumindo mais frutas e hortaliças em seu dia a dia. Cultivar uma horta em casa e incentivar os amigos e familiares a manter hábitos saudáveis também é uma forma de participar. Não se esqueça do valor do horticultor: produzir frutas e hortaliças leva tempo, além de exigir dedicação e cuidado com o alimento.

Se você é um chef de cozinha ou dono de um restaurante
O movimento acredita que a gastronomia é um dos mais importantes meios de melhorar a alimentação dos brasileiros, por isso, todos os chefs e restaurantes estão convidados a criar um prato, ou mesmo um menu completo, em que hortaliças sejam protagonistas. As receitas devem ser identificadas como representantes do movimento, e têm como objetivo mostrar como pode ser prazeroso incluir esses ingredientes no cotidiano.

Se você é horticultor
A dica é experimentar novas variedades de frutas e hortaliças com sabor ou visual diferentes para instigar seus clientes a se alimentar melhor. Informar seu público sobre o modo de produção e a sazonalidade das hortaliças também é fomentar o movimento. Use suas redes sociais para divulgar novidades e onde você pode ser encontrado.

Se você faz parte de uma instituição de ensino
A experiência de plantar frutas e hortaliças pode transformar hábitos alimentares e promover uma maior conexão dos alunos com a natureza e com o próprio ciclo da vida. Aumentar a disponibilidade de frutas e hortaliças para lanches na instituição e incluir no seu programa de ensino uma disciplina ou oficina de horticultura ajudam a promover uma reflexão sobre o assunto.

Se você faz parte de um projeto social
Um dos objetivos do Setembro Verde é levar a alimentação saudável para todos, por isso, projetos sociais são mais do que bem-vindos. Para apoiar, ofereça mais opções de hortaliças e frutas no refeitório ou implemente um projeto de horta comunitária, por exemplo. Comunique nas redes sociais o seu apoio e promova ações de educação que ajudem seu público a comer melhor.

Se você é nutricionista
Toda refeição rica em frutas e hortaliças pode ser prazerosa e saudável, reforçar essa ideia junto aos seus pacientes é incentivar uma alimentação balanceada e com muitas variedades de alimentos frescos. Ao dar novas opções de refeições com ingredientes do hortifrúti, você está colaborando com o projeto e ajudando a melhorar os hábitos alimentares dos brasileiros.

Se você é influenciador
Se comunicar com milhares de brasileiros é uma ferramenta importante para disseminar o movimento Setembro Verde. Incentive o seu público a manter hábitos de alimentação mais saudável por meio do consumo de frutas e hortaliças. Não se esqueça de utilizar a hashtag #setembroverde. Você pode encorajar também o hábito de cultivar hortas em casa e estimular a valorização do trabalho dos produtores rurais na cadeia da alimentação do país.

SETEMBRO VERDE NA CASA DESTEMPERADOS
Nós também estamos participando do Setembro Verde. Neste mês, vamos promover dois cook shows que seguirão a filosofia do slow food, que tem como objetivo refletir sobre as relações entre prato e planeta, priorizando ingredientes puros, orgânicos e que respeitam a natureza e os animais. O chef do Restaurante Valle Rústico, Rodrigo Bellora, e o chef do Champenoise Bistrô, Israel Dedéa, estarão na Casa Destemperados para ministrar duas aulas e ensinar receitas deliciosas. Os pratos serão harmonizados pela enóloga e sommelier da Casa, Natália Frighetto.

COOK SHOW SLOW FOOD COM CHAMPENOISE BISTRÔ
Quando: 5/9, das 19h às 22h
Quanto: R$ 90 (mais taxas) em ingresse.com/champenoise

COOK SHOW SLOW FOOD COM RODRIGO BELLORA
Quando: 12/9, das 19h às 22h
Quanto: R$ 100 (mais taxas) em ingresse.com/bellora
Onde: Casa Destemperados (Rua Marquês do Herval, 82 – Moinhos de Vento), em Porto Alegre

PELO BRASIL

Confira outras atividades do Setembro Verde

PORTO ALEGRE

Oficina de hortas em vaso
Para quem tem vontade de ter sua própria horta, mas falta espaço em casa, a solução é plantar em vasos. A oficina vai ensinar as técnicas de plantio e cuidados.
Quando: 02/09, das 14h às 17h
Onde: Viva Open Mall (Av. Dr. Nilo Peçanha, 3228 - Petrópolis). A entrada é gratuita.

Facebook live: conversa com feirantes
Lary Ely comanda uma conversa com feirantes de Porto Alegre sobre o dia a dia da produção e comercialização de hortaliças.
Quando: 2/9 e 9/9, às 10h
Onde: pela página Setembro Verde no Facebook. O acesso é gratuito

Curso de agrofloresta sintrópica com foco em fruticultura
Quando: 15/9 e 16/9, das 9h às 20h, e 17/9, das 9h às 17h
Onde: Sítio Arvor.e.ser (Estr. Gedeon Leite, 3.616 - Aberta dos Morros)

CANELA

Oficina de hortas
Parte da programação do Rede Pela Paz, o evento realizará uma oficina de plantio e cuidados de hortas.
Quando: 17/9, às 17h e às 18h
Onde: Rede Pela Paz (Centro de Feiras Canela - Rua Danton Corrêa da Silva, 285)
Inscrições no local entre os dias 15 e 17 de setembro

SÃO PAULO

Oficina de plantio de hortaliças diferenciadas com Carol Costa
Quando: 5/9, das 12h30min às 13h30min
Onde: Mercado de Pinheiros (Rua Pedro Cristi, 89 - Pinheiros)

Confira a programação completa em vamoscomermelhor.com.br.